Plano de classificação

Tipo de Entidade:Pessoa SingularForma Autorizada do Nome:Ferreira, David MourãoOutras Formas do Nome:Ferreira, David-MourãoFerreira, David de Jesus MourãoMourão-Ferreira, David de JesusHistória:David Mourão-Ferreira (Lisboa, 24 de fevereiro de 1927 — Lisboa, 16 de junho de 1996) foi um escritor e poeta português. Frequentou o Colégio Moderno e licenciou-se em Filologia Românica, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 1951. Tornou-se assistente da Faculdade de Letras em 1958. Entre 1963 e 1973 foi secretário-geral da Sociedade Portuguesa de Autores. Teve uma ativa colaboração em jornais e revistas, dos quais se destacam o Diário Popular e a revista Seara Nova, para além de ter sido um dos fundadores da revista literária Távola Redonda, que co-dirigiu entre 1950 e 1954. Foi precisamente nesta publicação que a atividade poética de David Mourão Ferreira começou a ganhar relevo, apresentando-se como alternativa de pendor lirista à poesia social. É considerado um dos maiores poetas contemporâneos portugueses do Século XX. Depois do 25 de Abril de 1974, seria diretor do jornal A Capital e diretor-adjunto do O Dia. Foi de Secretário de Estado da Cultura de 1976 a janeiro de 1978, e em 1979. Assinaria, em 1977, o despacho que criou a Companhia Nacional de Bailado. Foi ainda autor de alguns programas de televisão de que se destacam "Imagens da Poesia Europeia", para a RTP. A 13 de Julho de 1981 foi condecorado com o grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada e em 1996 foi elevado a Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.No mesmo ano recebeu o Prémio de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores. Existe uma biblioteca com o seu nome no Parque das Nações, em Lisboa Data de Criação:2011-03-30